Área de corretagem: Os setores de profissionalização para o corretor

Na área de corretagem existem vários nichos de atuação, que possibilitam ao corretor de imóveis novas descobertas e constantes mudanças na carreira profissional. O corretor pode ter especializações em diversas áreas. 

Nesse artigo irei explicar a amplitude do mercado imobiliário e como esses profissionais podem exercer a profissão de formas tão diversas. Vem comigo conhecer mais sobre essas possibilidades. 

Área de Corretagem: imagem de uma mulher sorrindo, segurando uma miniatura de casa.

O que é ser um corretor de imóveis?

A área da corretagem imobiliária foi a primeira forma de impulsionar o mercado e sem profissionais qualificados para fazer a captação de clientes, não forma de se conectar com os mais diversos perfis de consumidores. 

O profissional de corretagem de imóveis, portanto, está muito além de um simples vendedor que apresenta um imóvel e negocia uma venda. Ele participa ativamente da gestão de relacionamento com o cliente.  

Isso quer dizer que faz parte das atividades de um corretor de imóveis oferecer suporte e orientação durante a captação do cliente e em todas as etapas da jornada de vendas. 

Isso inclui esclarecer dúvidas, ser prestativo, conhecer o perfil do cliente, apresentar soluções que condizem com a busca do consumidor e estar ativamente presente no pós-venda.  

No vídeo abaixo Guilherme Machado explica um pouco mais sobre a profissão de corretor:

Áreas de atuação

Além das possibilidades de especializações os profissionais de corretagem podem seguir por outras áreas de atuação dentro do setor imobiliário como por exemplo:  

  • Prospectar de áreas de construção 
  • Avaliar imóveis 
  • Especializar-se em imóveis de luxo 

Para entender mais sobre essas ramificações, explicarei o conceito de corretagem adiante. Antes, apresentarei algumas das áreas em que o corretor pode se estabelecer dentro do mercado imobiliário e quais as regras para exercê-las no dia a dia.  

Prospecção de áreas

A prospecção de área é a etapa mais importante em um processo de construção. A pesquisa por uma localização adequada para um empreendimento demanda muito estudo e diversas análises antes de comprar um loteamento. 

O corretor de imóveis pode colaborar ativamente nesse processo aliando-se a incorporadoras ou construtoras. A sua atuação consiste em procurar por locais de loteamento adequados à proposta de empreendimento, analisar a localização e também as especificidades do terreno. 

Para prestar esse tipo de serviço, o profissional deve obter conhecimentos sobre a Lei de Uso e Ocupação de Solo e a regência da legislação em relação às modificações que podem ou não serem feitas nesses terrenos. Após as análises do loteamento e, caso a incorporadora confirme a prosseguimento da compra, o corretor tende a receber uma ótima comissão pela prestação desse serviço.  

Avaliação de imóveis

O avaliador de imóveis é quem disponibiliza um laudo pericial diante de uma avaliação de imóvel, verificando as condições da propriedade e considerando aspectos como: 

  • Localização 
  • Tempo de construção 
  • Segurança 
  • Metragem 
  • Região 
  • Terreno  

Esses tópicos são detalhadamente averiguados e documentados para que se possa realizar um parecer técnico de avaliação mercadológica. Esse serviço é essencial para a disponibilização do imóvel no mercado imobiliário com segurança e assegurando a veracidade das características dele. 

Caso o corretor queira seguir prestando serviço para esse setor, ele pode, desde que obtenha algumas certificações como:  

Com isso, o corretor estará apto para emitir o Parecer Técnico de Avaliação Mercadológica (PTAM) que irá definir o valor do imóvel e confirmação das características prévias. O profissional pode ser contratado tanto pelo dono do imóvel, quanto por empresas que demonstram interesses sobre ele.  

Mercado de Luxo

Área de Corretagem: imagem de uma miniatura de carrinho de compras carregando várias cédulas de dinheiro. Ao lado uma casa de madeira.

O setor de imóveis de luxo exige do profissional alguns conhecimentos específicos com relação aos imóveis e ao atendimento dos clientes. 

Os motivos para se especializar em imóveis de alto padrão são: os altos valores das comissões e a alta taxa de indicação entre os clientes. Além disso, as transações são feitas de forma mais rápida devido à documentação estar preparada, com antecedência, para a efetivação da venda

Administração de imóveis

Um corretor com qualificações e com feeling para administração pode atuar na gestão de locação, condomínio e até como resolutor.  

As atividades de um gestor de locação envolvem a administração dos locais e manutenção e recolhimento dos valores do aluguel. Esse profissional recebe como remuneração por esses serviços uma taxa fixa de comissionamento.  

Infográfico sobre experiencia do cliente

Como gestor de um condomínio, irá receber os valores dos condôminos, aplicá-los e prestar contas dos balanços mensais de gastos.  

Já como resolutor, o profissional será responsável por administrar as disputas por imóveis, ou seja, irá intermediar e colaborar com as ações familiares ou judiciais de detenção de direitos sobre um bem embargado. 

Gestão de fundos imobiliários

Se você é um profissional que tem conhecimentos em cálculos, essa é uma opção ppara você. Um gestor de fundos imobiliários é responsável por gerenciar a carteira de investidores de uma empresa e por isso precisa estar familiarizado com os números. 

O corretor precisará conhecer os fundos de investimento, cálculos de taxas de rentabilidade, impostos e rendimento de aplicações financeiras. Para isso o profissional deve estudar sobre o mercado financeiro imobiliário e manter-se atualizado.  

O que é corretagem imobiliária?

Área de Corretagem: mesa vista de cima com alguns papeis, chaves, miniatura de cada e cédulas.

Você já sabe o que um corretor de imóveis faz e quais outros caminhos pode seguir, mas, entende o que é a corretagem e por que é uma profissão em ascensão?  

A corretagem imobiliária é, simplesmente, o pagamento pela intermediação em operações de compra e venda mediante a um contrato de prestação de serviços. Isso significa que o profissional que intermedia e acompanha a jornada de compra do cliente recebe um valor já pré-estabelecido ou por comissão diante do valor do imóvel. 

Entretanto, esse tipo de serviço exige do corretor algumas habilidades em técnicas de negociação e um constante acompanhamento das evoluções do mercado imobiliário. Mas, isso não seria uma intermediação? Sim e não. 

Apesar de serem parecidas, e reconhecidas como sinônimas diante da lei, a área da corretagem e a intermediação são práticas diferentes.  

Em uma mediação, o corretor é imparcial e estabelece apenas a ligação entre o comprador e o vendedor. Nessas transações o profissional auxilia ambos os clientes no processo de vendas e recebe uma comissão considerando o valor pelo qual o imóvel foi vendido. 

Já na corretagem, o profissional precisa ter um perfil persuasivo, pois ele irá receber pelo contrato que estabeleceu com a incorporadora ou imobiliária. Isso exige do profissional a compreensão sobre algumas técnicas de venda

Esse tipo de serviço garante ao corretor o pagamento de sua comissão e geralmente os valores desse comissionamento são maiores.

Entenda tudo sobre o código de ética do corretor de imóveis.

O que é preciso para ser um profissional em corretagem de imóveis?

Em primeiro lugar, para atuar na área da corretagem, o profissional precisa da formação de Técnico em Transações Imobiliárias. Se quer se destacar no mercado imobiliário é essencial que conheça as técnicas para ser um corretor de sucesso. 

O dia a dia do corretor exige que ele aprenda sobre: 

  • Comunicação Efetiva 
  • Relacionamento Humano 
  • Expressão e Utilização da Língua Portuguesa 
  • Economia e Ética 
  • Tendências de Mercado 
  • Legislação e Direitos 
  • Operações Imobiliárias  

Além disso, o corretor profissional na área de corretagem precisa entender sobre construção civil, organização técnica e comercial e marketing. Todos esses conhecimentos agregam no portifólio do corretor e promovem oportunidades excepcionais no mercado imobiliário

Como o corretor é comissionado na corretagem de imóveis?

Essa comissão é assegurada pela Lei 10.406 do Código Civil, e isso não é modificado mesmo que haja um contrato de prestação de serviços. A corretagem não é um salário fixo, mas sim um valor estabelecido por contratos de imóveis, ou seja, pode ser reformulada e adaptada pelo contratante.  

A comissão do corretor contratado por uma imobiliária é baseada no cálculo de: comissão da corretagem x percentual combinado. Trazendo para o profissional menos autonomia e uma diminuição dos valores sobre a prestação de serviços

A corretagem de imóveis é taxada por: valor do imóvel x percentual da comissão. E as taxas podem variar. 

Portanto, mesmo sendo um profissional contratado, o corretor é um trabalhador autônomo que é remunerado através de comissionamento, e isso não é alterado. A vantagem da corretagem é o estabelecimento de um valor antecipado ao de finalização da venda e todos os processos são assegurados pelo CRECI

O que você aprendeu até aqui

O que é corretagem?

A área da corretagem imobiliária é baseada em um contrato de prestação de serviço. Isso possibilita ao profissional da área um asseguramento em sua comissão diante do auxílio e atendimento ao cliente em sua busca por uma moradia ou local para abrir um negócio. Nesse tipo de trabalho, o corretor precisa se especializar em técnicas de negociação e ter uma ampla visão sobre o mercado imobiliário. 

O que significa ser corretor de imóveis?

Significa ser responsável por intermediar negociações de compra e venda de imóveis e locação residencial ou comercial. Para além disso, o profissional deve oferecer suporte, orientação e esclarecimentos aos clientes em todo o processo de compra e venda e precisa estar em constante comunicação com esse. Além disso, o corretor é responsável pela captação de consumidores e deve disponibilizar um atendimento personalizado com cada perfil. 

Quais as outras áreas do mercado imobiliário em que o corretor pode atuar?

O corretor pode se profissionalizar para atuar nas áreas de: prospecção e captação de áreas para o desenvolvimento de empreendimentos; avaliação de imóveis; gestão de fundos imobiliários e administração de imóveis. É preciso se especializar, também, para atuar no mercado de imóveis de luxo. 

É preciso se especializar para atuar no mercado de luxo?

Sim. Esse tipo de imóvel atende uma demanda específica de localização, estruturação e principalmente de clientes. Portanto, é necessário que o corretor se aperfeiçoe na comunicação com esse perfil de consumidor e conheça o funcionamento desse setor no mercado. 

Gostou desse artigo? Você precisa ler…

Você já conhece o CV CRM?

Este conteúdo gratuito é oferecido para você pelo CV CRM, o único CRM 5.0 do mercado imobiliário do lead ao pós-venda. Com uma década de experiência, mais de 650 incorporadoras clientes e 110 mil corretores de imóveis associados, o CV é líder de mercado e te entrega um panorama total da sua gestão comercial na tela do computador.       

Da prospecção de leads à prestação de assistência técnica, você garante otimização e agilidade em todos os seus processos internos, da pré à pós-venda. 

Você também vai gostar de:

Olá, cliente!

Gostou do CV e quer descobrir mais sobre nossas possibilidades? Entre em contato com a gente via Chat ou WhatsApp e saiba como podemos te ajudar!

WhatsApp

Entre em contato pelo WhatsApp CV!

Chat Online

Entre em contato pelo Chat Online CV!

Voltar

Solicite Demonstração