BIM: a metodologia que pode alavancar sua produtividade 

Produtividade é a harmonia entre eficiência produtiva e performance pessoal. Ou seja, prezando tanto pela produção quanto pela qualidade do trabalho, a produtividade mostra ser o caminho para a evolução do mercado imobiliário. E uma das ferramentas que têm garantido isso é o BIM, sobre o qual falaremos hoje.  

BIM é uma tecnologia de modelagem da construção amplamente utilizada na construção civil. Muito além de uma plataforma de visualização 3D, o BIM integra a arquitetura, engenharia e construção de um empreendimento.  

Os benefícios dessa integração se percebem com facilidade: as informações do projeto se tornam mais acessíveis e completas, à medida que se complementam dentro de um único software.  

Então, sem mais delongas, vamos conhecer o que é BIM e quais os seus benefícios para a produtividade numa construtora.   

Imagem do guia da qualificação de leads

O que significa BIM? 

BIM: imagem de uma planta de casa em 3D num papel e uma mão com um lápis  em cima.

BIM significa Building Information Modeling, em outras palavras, modelagem de informação da construção. Basicamente, o que isso nos diz é que se trata de uma metodologia que propõe a modelagem de todas as informações estruturais, físicas e funcionais de uma construção.  

Além de trabalhar com representações tridimensionais, o BIM envolve informações de cronograma, dados detalhados sobre a obra e muito mais. Tudo com o objetivo de gerar unificação de processos dentro e fora do canteiro de obras.  

Segundo o site RubK:

“A tecnologia BIM permite que você crie digitalmente modelos virtuais precisos de uma construção, indo desde a sua concepção, passando pelo projeto e execução até chegar na operação e manutenção de um empreendimento”. 

Ou seja, a metodologia de operações de design multidimensional te permite construir virtualmente um projeto arquitetônico com absolutamente todos os dados e informações utilizados no ciclo de vida daquela obra. 

As principais características do BIM 

Muito distante de ser uma simples “maquete virtual” de obras, o BIM é uma proposta completa para os agentes da construção civil. Ele não apenas otimiza a visualização de obras como propõe um olhar integrado para os projetos.  

Para isso, conta com algumas características e diferenciais que o tornam uma alternativa competitiva para o mercado. Algumas delas são: 

  • uso de dados para determinar a duração da obra; 
  • determinação de parâmetros financeiros da obra; 
  • gerenciamento de recursos; 
  • viabilização de aspectos ambientais da obra; 
  • alinhamento da comunicação interna; 
  • possibilidade de interação dos usuários. 

Como o BIM pode auxiliar sua produtividade? 

BIM: imagem de uma mulher com uma caneta digital na mão numa mesa com duas telas de dispositivos digitais e algumas peças de maquete.

Em contraste com o que muitos pensam, BIM não é necessariamente um software, embora necessite de um para funcionar. Trata-se de um conjunto de métodos de modelagem da construção.  

Atualmente, o uso da metodologia está atrelado a duas grandes palavras: tecnologia e produtividade. Isso porque as tecnologias aplicadas ao mercado imobiliário e à construção civil trabalham em prol da evolução do mercado e, com isso, aumentam nossos níveis de produtividade e lucro.  

Quer uma prova disso? Sabe-se que 84% das empresas da construção civil consideram a transformação digital indispensável para a recuperação econômica no segmento (Pesquisa AEC Web). 

Agora, vamos entender de que forma a tecnologia proposta pelo BIM afeta positivamente a produtividade da sua construtora: 

Centralização da informação 

BIM é uma metodologia centralizadora. Isso não é ruim, muito pelo contrário: ao centralizar informações, permite que todos os dados referentes a um projeto arquitetônico possam ser visualizados com facilidade dentro da plataforma onde o BIM está rodando.  

Lá, você pode encontrar informações sobre: 

  • estrutura física do empreendimento; 
  • projeções de meta, tempo e outros; 
  • estrutura hidráulica e elétrica da obra; 
  • modelagem da obra em três dimensões; 
  • banco de dados do projeto arquitetônico. 

Visão baseada em dados 

Como pontuado nesse texto, o BIM é uma metodologia criada com base em dados. Ou seja, todas as informações fornecidas pelo BIM são data driven, o que impacta diretamente a produtividade das equipes no canteiro de obras.  

Prova disso é o relatório Data-Driven Decision Making in Action, do MIT. A pesquisa aponta que a tomada de decisão baseada no uso de dados reflete diretamente no aumento de até 3% na produtividade de uma empresa

Alinhamento da comunicação interna 

Justamente por ser centralizado e completo, o BIM permite uma comunicação interna muito mais eficiente, o que auxilia a produtividade dos times. Ou seja, cada equipe pode acessar dados facilmente dentro do mesmo sistema, em tempo real.  

Infográfico sobre experiencia do cliente

Dentre os muitos problemas evitados por essa característica do BIM, temos: 

  • perda de materiais impressos; 
  • retrabalho de todas as equipes; 
  • perda ou divergência de informações; 
  • uso de muitas plataformas. 

Interação entre usuário e modelagem 

Além de tudo, o BIM também possibilita a interação entre usuários e a modelagem. Ou seja, os usuários podem “caminhar” pela modelagem tridimensional da construção, escolhendo o que visualizar, por onde “andar” e muito mais.  

E por que isso pode afetar diretamente sua produtividade? Simples: diferentemente de uma maquete bidimensional, o BIM propõe a imersão dos colaboradores na obra antes que ela saia do papel. Assim, é possível analisar até mesmo os detalhes mais intrínsecos da construção e garantir que ela seja feita fielmente ao projeto apresentado. 

Além disso, erros e equívocos serão vistos em primeira mão, sendo evitados antes mesmo de a obra continuar.  

Diminuição no tempo de produção das maquetes 

Sem dúvida, sabemos que a tecnologia chegou para otimizar processos no mercado de trabalho e tirar dos seres humanos a necessidade de realizar tarefas repetitivas e rotineiras. Sobre essas diferentes tecnologias e seus impactos, você pode ler em: 

Com o BIM não é diferente. A tecnologia por trás dele viabiliza a produção dos projetos virtuais e diminui sobremaneira o tempo total de criação das artes digitais. Não apenas a produção é mais rápida, como também quaisquer alterações são muito mais fáceis de fazer através do BIM, sem a necessidade de refazer todo o projeto. 

Saiba tudo sobre o acompanhamento de obras.

BIM vs. CAD: são a mesma coisa? 

imagem de uma sala de estar. Metade da imagem é um desenho a lápis.

Muito se questiona sobre BIM e CAD. Ambos são amplamente utilizados na arquitetura e na construção civil, mas o parentesco das duas ferramentas ainda é nebuloso para muitos profissionais.  

Segundo a SPBIM, antes de compreender similaridades e diferenças nas metodologias, é necessário ter uma noção de conceitos. A saber, CAD significa Computer-aided Design, ou “desenho auxiliado por computador”. Enquanto isso, BIM é o Building Information Modeling, ou “modelagem de informação da construção.  

Entenda: embora o BIM seja realizado num programa CAD (para a criação do desenho auxiliado por computador), o CAD se resume à ferramenta, enquanto o BIM é a metodologia que vem aplicada dentro dessa ferramenta.  

CAD, portanto, é uma prancheta virtual, enquanto o BIM é um conjunto de informações que envolve a modelagem 3D, mas também conta com muitas outras funcionalidades.  

Maturidade BIM no Brasil 

Se você é um agente da construção civil no Brasil e está interessado em entender mais a fundo a maturidade do BIM no país, temos uma boa notícia: já existem relatórios completos sobre o assunto.  

Um deles é o relatório “Mapeamento de Maturidade BIM Brasil”, fruto do esforço coletivo de instituições nacionais públicas e privadas.  

Através do estudo, conclui-se que, até a 2ª edição – 2022, a maioria das organizações identifica que está no estágio inicial de maturidade BIM, ao passo que um número menor de empresas se identifica com níveis mais avançados. 

Isso pode representar uma oportunidade para sua construtora sair à frente da concorrência, implementar o BIM e atingir graus de produtividade altíssimos.  

O que os especialistas têm a dizer sobre o BIM? 

O BIM está na boca do povo, não tem como negar. Basicamente, grandes nomes da construção civil já estão falando da metodologia, entendendo sua importância ímpar para o cenário nacional.  

Você pode acompanhar o debate no CV na Prática – Especial Construsummit. Gabriela Torres, head de Inteligência de Mercado do Sienge, e Fabrício Schweitzer, conselheiro de Negócios do Sienge, dividem um pouco do resultado da segunda edição da Pesquisa de Maturidade BIM no Brasil, um mapeamento realizado pela Grant Thornton, Sienge e ABDI. 

FAQ: perguntas frequentes sobre BIM

Qual é o significado de BIM? 

BIM significa Building Information Modeling, ou modelagem de informação da construção. 

Como funciona o sistema BIM? 

O BIM funciona como uma modelagem tridimensional de uma obra, abarcando seus aspectos físicos, estruturais, funcionais e outros. A partir dele, tem-se uma visualização completa de todo o projeto arquitetônico, além de dados, prazos, projeções e muito mais.  

Quanto ganha um BIM Manager? 

Segundo a Glassdoor, o salário de um BIM Manager no Brasil atinge a média de R$ 7.198. 

O que o BIM oferece? 

O BIM oferece suporte a todas as fases do ciclo de vida de uma construção, desde seu planejamento. Através de uma visão 360º, o BIM diminui o retrabalho e contribui para a produtividade dentro e fora do canteiro de obras. 

Considerações: BIM é o futuro da construção civil? 

Na verdade, dizer que BIM é o futuro da construção parece vago. Em outras palavras, a técnica é o presente do setor, não o futuro. O problema é que muitas empresas ainda não entenderam isso, dessa forma, as consequências podem ser das mais brandas até as mais violentas para a construção civil.  

O BIM pode impulsionar a produtividade, mas ele faz mais que isso. Sem dúvida, promete uma gestão eficiente do canteiro de obras, uma modelagem visualmente completa e atrativa, uma proposta baseada em dados e mais unificação para a comunicação interna.  

Gostou de aprender sobre o BIM? Então, compartilhe este texto com arquitetos, engenheiros e outros membros da cadeia da construção civil.  

Você já conhece o CV CRM?     

Este conteúdo gratuito é oferecido para você pelo CV CRM, o único CRM 5.0 do mercado imobiliário da venda ao pós-venda. Com uma década de experiência, mais de 500 incorporadoras clientes e 100 mil corretores de imóveis associados, o CV é líder de mercado e te entrega um panorama total da sua gestão comercial na tela do computador.      

Da prospecção de leads à prestação de assistência técnica, você garante otimização e agilidade em todos os seus processos internos, da pré à pós-venda. Acesse o site do CV e saiba mais!       

Para conhecer mais sobre mercado imobiliário, corretagem de imóveis e outros assuntos atuais, acompanhe o Blog do CV e nos siga no Instagram.   

Você também vai gostar de:

Olá, cliente!

Gostou do CV e quer descobrir mais sobre nossas possibilidades? Entre em contato com a gente via Chat ou WhatsApp e saiba como podemos te ajudar!

WhatsApp

Entre em contato pelo WhatsApp CV!

Chat Online

Entre em contato pelo Chat Online CV!

Voltar

Solicite Demonstração