Como virar corretor de imóveis do zero e ter sucesso 

Se é verdade que muitas pessoas se inspiram na profissão da corretagem, também é certo dizer que frequentemente surge a questão: como virar corretor de imóveis? A resposta não é tão simples, mas pode ser o que falta para você trilhar a profissão com sucesso.   

Ser um corretor de imóveis exige planejamento, capacitação e atualização frequentes. Além disso, dedicação, planejamento e foco são peças-chave para a execução do cargo.   

E as possibilidades são muitas: você pode ser um corretor autônomo, trabalhar para uma empresa ou fazer parte de um grupo de corretores associados, por exemplo. Em qualquer caso, há como virar corretor de imóveis sem dor de cabeça e frustração

Conheça as áreas de atuação do Corretor de Imóveis. 

Acompanhe o texto e descubra as dicas!

Sumário

O que é preciso para ser um corretor de imóveis?  

 como virar corretor de imóveis: braços de duas pessoas numa mesa, uma de frente para a outra. Em destaque uma das pessoas mostrando uma calculadora para a outra e escrevendo num papel com o título "contrato".

O Conselho Federal de Corretores de Imóveis (COFECI) apontou um crescimento de 11%, nos últimos dois anos, do número de corretores de imóveis ativos. Os dados apontam que em 2020, 390 mil profissionais estavam cadastrados, já em 2021 totalizavam-se 430 mil

Em outras palavras: sim, a profissão está se expandindo. E nem mesmo a recente pandemia do Covid-19 foi capaz de frear a busca pela tão conhecida liberdade profissional do corretor de imóveis.   

Você deve estar se perguntando “como me tornar um corretor de imóveis?”. Para isso, precisará

  • fazer um curso obrigatório (técnico, tecnólogo ou superior);
  • emitir o registro do CRECI para atuação em sua região;
  • especializar-se num nicho ou área de atuação (vistoria, venda etc.)  

1. Fazendo o curso obrigatório

O curso profissionalizante não é uma opção de como virar corretor de imóveis: é uma necessidade. Ou seja, sem ele, torna-se impossível praticar a profissão na sua ou em outras regiões.

Além disso, o curso é uma fonte de confiabilidade para o contratante, caso queira trabalhar para incorporadoras e construtoras, e para o cliente. Sendo assim, sua certificação é imprescindível para se tornar um corretor. 

Você pode consegui-la através de cursos técnicos, tecnólogos ou superiores na área.

2. Emitindo o registro do CRECI

Uma vez feito curso obrigatório, é hora de emitir seu registro no Conselho Regional dos Corretores de Imóveis, o CRECI.

O CRECI é um órgão fiscalizador da corretagem em diferentes regiões do Brasil. O conselho funciona como uma autarquia federal, outorgada pela Lei 6.530/78. Você pode saber mais sobre o assunto no CRECI PR, fonte deste parágrafo, ou no site do conselho de sua região.

3. Especializando-se numa área 

As especializações são opcionais, mas muito recomendadas. Elas te impulsionam num caminho, ajudam a desenvolver seu nicho profissional e te tornam mais apto para atuar numa determinada área da corretagem.

Você pode se especializar por segmento, por região, por área de atuação e muito mais. 

Quanto custa para se tornar um corretor de imóveis?

 como virar corretor de imóveis: imagem de um cofre em formato de porco, um martelo acima e, à esquerda, pilhas de moedas.

Tem como fazer o curso do CRECI gratuito? Para obter o registro do Conselho é fundamental que se pague o valor estabelecido pela região de atuação. Segundo o CRECI-SP, atualmente, a média geral, é de R$ 674,50.

Os custos para se tornar um corretor de imóveis podem variar de acordo com o curso escolhido, que possui três facetas: técnico, tecnólogo e superior. É imprescindível que a opção escolhida seja reconhecida pelo MEC.

Outra pergunta é: qual o valor do curso para tirar o CRECI? Tudo vai depender do formato escolhido, pois o superior geralmente é oferecido em unidades federais, e os demais são ofertados por instituições, geralmente, privadas.

Imagem do lançamento imobiliário na prática

Para tanto, existem os micro e macro custos provenientes do exercício da profissão. As especializações podem entrar na conta, caso sejam pagas, bem como criação de marca, cartões de visita e material de trabalho.

No fim, uma coisa é certa: não dá para se calcular os custos da profissão. Mas, o que se pode dizer é que, quando realizada da forma certa, o retorno é muito mais alto que o investimento.

Quem não pode ser corretor de imóveis? 

O CRECI possui autonomia federal e fiscaliza regionalmente a corretagem e inibe quaisquer tentativas de prática fraudulenta ou ilegal da profissão. Além disso, o registro designa o direito para corretores habilitados exercerem negociação imobiliária, manuseio de documentos e outras atividades contidas no processo de compra, venda e aluguel de imóveis.

Não existem muitas ressalvas quando o assunto é como virar corretor de imóveis. Salvo exceções pontuais, todas as pessoas podem se tornar corretoras de imóveis, caso seja de seu interesse. Assim, como se tem idade para ser corretor de imóveis, pessoas menores de 18 anos não podem se profissionalizar.

Além disso, a atuação sem registro do CRECI gera penalidades civis. As penalizações do exercício ilegal da corretagem podem incluir pagamento de multas e, em alguns casos, detenção por tempo variável.

Quanto tempo demora para se tornar um corretor de imóveis?

Para ser corretor de imóveis é necessário ter um planejamento financeiro, pois o curso superior tecnológico pode ter a duração de 2 anos. Se optar por um bacharelado em Ciências Imobiliárias a média é de 4 anos.

Além disso, a tarefa de como entrar no ramo imobiliário traz exigências de estágio profissional, que duram entre 130 e 200 horas. É fundamental cumprir esse requisito, pois o diploma e o registro CRECI se dão a partir desse.

A aprovação do Conselho Regional também é um processo, que pode demorar até 45 dias para ser concluído. O que é necessário para virar um corretor de imóveis? Continuar estudando, aprendendo e se atualizando sobre o mercado imobiliário, a habilitação é apenas o início da jornada, e esse não termina.

Quanto é o salário de um corretor imobiliário? 

Assim como os custos da profissão, o salário de um corretor de imóveis pode variar de acordo com a região onde atua, a empresa para a qual trabalha e, sobretudo, quantos imóveis ele vende. Isso porque uma boa parcela da receita de um corretor é composta das famosas (e muito desejadas) comissões.

Segundo a Glassdoor, a média salarial de um corretor de imóveis é R$ 3.647 ao mês. Confira na imagem abaixo:

Gráfico de salários de corretor de imóveis no Brasil.

Fonte: Glassdoor

No entanto, não pense que isso será a totalidade da sua receita. Como falei anteriormente, a maior parte da receita de um corretor provém das comissões. O valor dessas comissões normalmente representa 6% do valor do imóvel.  

Isso significa, por exemplo, que se você trabalha como um corretor de imóveis de luxo, sua receita pode atingir um valor exorbitante.   

Como aumentar o salário de um corretor de imóveis? 

Fundo amarelo e homem de terno e óculos preto segurando cédulas de dinheiro.

Nós falamos em profundidade sobre o assunto no artigo12 ideias para aumentar o salário de um corretor de imóveis”, mas, em suma, você precisa de algumas técnicas para impulsionar seu salário. São elas:

  • um site, um blog ou uma página de conversão (landing page);
  • campanhas de e-mail marketing para sua base de leads;
  • uso da tecnologia aplicada aos processos;
  • marketing presencial;
  • parceria com empresas locais;
  • conteúdo e anúncios pagos nas redes sociais;
  • indicações e depoimentos de clientes;
  • uso de CRM imobiliário.

No vídeo do Corretor Conteúdo IBREP, você aprende a utilizar tecnologias básicas como a câmera do celular para criar ótimas visitas virtuais a imóveis. Ou seja, com poucos recursos, é possível fazer grandes diferenças que impulsionam sua carreira. Assista:

Erros que um corretor de imóveis não deve cometer 

Na trajetória que construímos na tentativa de responder à pergunta “como virar corretor de imóveis?”, é normal que esqueçamos das coisas ruins e foquemos nas boas.   

Todavia, assim como qualquer profissão, a corretagem é uma área passível de cometer erros. Quando cometidos em sequência, esses erros podem custar mais que sua venda, eles colocam em questão a sua credibilidade enquanto corretor de imóveis.  

Para saber tudo sobre corretagem de imóveis e o que fazer na profissão, leia:

Mas, agora, vamos ao que não fazer. Afinal, os erros também precisam ser relembrados na busca por diminuirmos equívocos e aumentarmos os acertos. Destaco:  

  • não aplicar o marketing de conteúdo;  
  • negligenciar (ou não conhecer) sua persona imobiliária;  
  • não saber lidar com as objeções do cliente;  
  • limitar-se à presença offline, esquecendo a virtual;  
  • limitar-se à presença virtual, esquecendo a offline;  
  • opor-se às novas tecnologias;  
  • não conhecer os princípios da experiência do cliente;  
  • não aplicar um atendimento omnicanal;  
  • pausar no tempo e não buscar novas formas de aprender e vender.  

Para saber mais sobre o que fazer ou não fazer sendo corretor de imóveis veja quais as melhores formas de otimizar a rotina imobiliária.

Considerações finais: como virar um corretor de imóveis do zero? 

Todo mundo precisa começar por algum lugar. E esse início é a base de toda a sua trajetória. Sabendo disso, é essencial que você escolha bem suas armas, dedique seu tempo e sua força de vontade à profissão e, claro, esteja sempre disposto a evoluir.

Existem muitas questões sobre o que é um corretor, quanto ganha, se realmente vale a pena… A resposta para a maioria das perguntas é: depende de você. Um corretor pode ser só mais um vendedor, ou pode ser um amigo, conselheiro e profissional ilustre. O valor pode ser a média ou pode ser o fruto direto do seu esforço.

Continue batalhando e galgando espaço dentro desse grande e competitivo mercado. A jornada é longa, mas traz grandes recompensas. E o CV CRM estará sempre ao lado das incorporadoras, construtoras e loteadoras procurando otimizar ao máximo a vida de seus corretores associados. Quem sabe, em breve, nós nos vemos por aí!

O que você aprendeu até aqui

O que precisa para ser um corretor de imóveis? 

Ter mais de 18 anos, ter ensino médio completo, um curso técnico, tecnólogo ou superior na área, ter um registro no CRECI da região onde se deseja atuar.  

Quanto custa para se tornar um corretor de imóveis? 

Tudo depende da escola onde você estudará, do valor anual do registro do CRECI na sua região e de uma série de outros fatores. Existem escolas gratuitas e pagas, mas o registro é sempre pago anualmente, entre os meses de janeiro e março de cada ano.  

Quanto tempo dura o curso de corretor? 

Cada curso dura tempos diferentes. O curso técnico dura em torno de um ano, o tecnólogo varia entre dois e três anos e o superior, cerca de quatro anos.  

Como tirar o CRECI? 

Para conseguir o registro do CRECI, faça um curso na área, realize o estágio profissional obrigatório e solicite sua carteira definitiva de corretor de imóveis após o recebimento do diploma de conclusão de curso. 

É crime trabalhar sem CRECI? 

Existem punições cíveis e criminais envolvendo o trabalho sem o CRECI. A depender da situação, pode ser solicitado o pagamento de multa ou a detenção do profissional, dadas as circunstâncias da prática ilegal da profissão para fins insípidos.  

O que é CRM para corretor de imóveis? 

CRM é uma plataforma de gestão do relacionamento com o cliente. Corretores de imóveis podem utilizá-los para gerir sua jornada comercial e otimizar seu trabalho. O CV CRM é um CRM que pode ser utilizado por corretores de imóveis através de incorporadoras e construtoras que contratem a solução.  

Você já conhece o CV CRM?     

Este conteúdo gratuito é oferecido para você pelo CV CRM, o único CRM 5.0 do mercado imobiliário da venda ao pós-venda. Com uma década de experiência, mais de 500 incorporadoras clientes e 100 mil corretores de imóveis associados, o CV é líder de mercado e te entrega um panorama total da sua gestão comercial na tela do computador.      

Da prospecção de leads à prestação de assistência técnica, você garante otimização e agilidade em todos os seus processos internos, da pré à pós-venda. Acesse o site do CV e saiba mais!       

Para conhecer mais sobre mercado imobiliário, corretagem de imóveis e outros assuntos atuais, então acompanhe o Blog do CV e nos siga no Instagram.     

Você também vai gostar de:

Olá, cliente!

Gostou do CV e quer descobrir mais sobre nossas possibilidades? Entre em contato com a gente via Chat ou WhatsApp e saiba como podemos te ajudar!

WhatsApp

Entre em contato pelo WhatsApp CV!

Chat Online

Entre em contato pelo Chat Online CV!

Voltar

Solicite Demonstração