O que é uma API e como funciona no CRM Imobiliário?

Quando falamos em sistemas online é imprescindível falar também sobre a integração entre eles, como ela pode ser feita e para que serve. Nesse contexto precisamos, primeiro, entender o que é uma API, para que serve e como funciona. 

Sendo o CRM imobiliário um sistema que precisa de comunicação com outros sistemas para funcionar, é necessário entender como e porque essa conexão deve acontecer.  

A seguir vou explicar o que é uma API, como funciona e dar alguns exemplos para, então, explicar porque esse é um assunto tão importante para entender o funcionamento de um CRM imobiliário. 

SUMÁRIO

Imagem do guia da qualificação de leads

O que é uma API

API significa Application Programming Interface (Interface de Programação de Aplicação) e é, basicamente, um conjunto de padrões que permitem que duas plataformas tenham ligação entre si. 

Na prática, duas plataformas com funcionalidades distintas podem comunicar-se através de solicitações e respostas para tornar a experiência do usuário mais completa. Uma API facilita o trabalho dos desenvolvedores ao fornecer os padrões necessários para fazer essa conexão de forma simples. 

Antes de continuar, para se aprofundar no assunto, veja abaixo mais detalhes sobre o que é uma API: 

Exemplos de APIs

As APIs fazem parte do nosso dia a dia mesmo sem nos darmos conta.  

Uma compra que fazemos online e requer informações sobre a sua conta bancária, por exemplo, precisa ter uma ligação entre o sistema do seu banco e o e-commerce em questão. 

Quando você posta uma foto no Facebook e Instagram ao mesmo tempo, através da opção de integração entre as duas plataformas, também é preciso que exista um elo entre os sistemas. 

Ou ainda quando o aplicativo do WhatsApp sincroniza os contatos da sua agenda, está acontecendo a ligação entre o aplicativo e os dados do seu celular. 

API e segurança

Numa integração via API existe troca de informações entre sistemas e, por isso, é preciso atentar-se à segurança e estar em conformidade com a LGPD. Antes de tudo é preciso que o usuário do sistema esteja ciente dessa troca de dados.  

Saiba mais sobre o Termo de Consentimento LGPD. 

A criptografia também é necessária para manter os dados das APIs seguros.  Ao codificar as informações, apenas as partes autorizadas conseguem ter acesso e evita a intercepção. 

Como funciona uma API

Como falei acima, a finalidade da API é permitir a comunicação entre sistemas. De forma resumida, essa comunicação acontece entre cliente e servidor.

Um dos desafios para os programadores é facilitar o uso das APIs para outros programadores em casos de integração. Para isso é necessário que a API tenha uma documentação clara.  

Uma API pode ser desenvolvida em várias linguagens de programação. Vou me ater a explicar dois tipos que ilustram bem o funcionamento de algumas dessas linguagens. 

SOAP

O desafio das APIs é conectar plataformas que possuem formatos de dados diferentes entre si. É como se duas pessoas que falam idiomas diferentes estivessem tentando se comunicar através das palavras mais comuns de cada idioma. Nesse caso elas precisam encontrar um padrão de palavras que as duas entendam. 

A SOAP surgiu, então, para resolver esse problema entre sistemas.  

Porém a SOAP é um protocolo com um conjunto de regras mais rígidas, ou seja, a forma como as plataformas se comunicam entre si precisa, necessariamente, acontecer através de XML para mandar e receber as mensagens de uma plataforma para a outra. 

Infográfico sobre experiencia do cliente

REST

Com regras menos rígidas que a SOAP, o REST (Representational State Transfer) se difere por ser um estilo e não um padrão. 

A API REST não serve apenas para consultar e enviar informações, serve também para realizar ações, como quando registramos um novo cliente no CRM, por exemplo. 

APIs e CRMs imobiliários

CRM e ERP; imagem de engrenagens coloridas

Quando falamos em CRM imobiliário é inevitável falar sobre integrações. Sempre falamos aqui que um sistema completo é aquele que atende todas as suas necessidades de forma integrada. 

Se você precisa fazer uma análise de crédito, por exemplo, é interessante que o seu CRM imobiliário esteja integrado ao Serasa Experian. Nesse caso o Serasa API permite que essa checagem seja feita sem sair do CRM. Em termos práticos isso significa produtividade e efetividade, já que além de gastar menos tempo nesse processo, os dados vão ser armazenados no CRM 

Por isso entender o que é uma API é importante na hora de contratar um CRM imobiliário. São muitas as possibilidades de integração nesse tipo de sistema, a exemplo de: 

  • Softwares de assinatura eletrônica; 
  • ERPs; 
  • Softwares de planejamento de obra; 
  • Automações de marketing; 
  • Chatbots; 
  • Pagadoria; 
  • Portais imobiliários… 

Veja mais exemplos de integrações para turbinar o CRM imobiliário. 

Cada um desses sistemas possui funções distintas, mas se complementam. Por isso a integração entre eles precisa ser o mais simples possível, via API. 

Para conferir as APIs públicas do CV consulte: https://docs.cvcrm.com.br/  

Resumo do que você aprendeu até aqui

O que é uma API e para que serve? 

API é um conjunto de padrões, definições e protocolos que permitem que duas plataformas tenham conexão entre si. Elas servem para o funcionamento pleno de softwares, já que eles precisam de informações de outros sistemas para funcionar, como por exemplo quando um aplicativo de videochamada precisa se comunicar com a câmera e microfone do seu celular ou computador. 

Qual a diferença entre REST e API? 

REST E SOAP são estilos de arquitetura para criar serviços web. A REST é conhecida por ser mais simples e escalável, com menos regras rígidas. Já a SOAP é um protocolo com um conjunto de regras mais rígidas, ou seja, a forma como as plataformas se comunicam entre si precisa, necessariamente, acontecer através de XML 

O que uma API precisa ter? 

Antes de tudo uma API precisa ter uma documentação clara para facilitar a integração entre sistemas. Uma API também precisa de mecanismos de segurança como criptografia de dados sensíveis, proteção contra-ataques. 

Quem utiliza API? 

Grande parte dos sistemas e aplicativos que existem hoje em dia dependem de APIs abertas para funcionar, já que são elas que permitem a comunicação entre sistemas. Alguns exemplos de sistemas que precisam de API são: e-commerces, redes sociais, sistemas de gestão como CRMs e ERPs, marketplaces, etc.

Você já conhece o CV CRM?

Este conteúdo gratuito é oferecido para você pelo CV CRM, o único CRM 5.0 do mercado imobiliário e o maior do Brasil. O CV é a plataforma que gerencia sua jornada comercial da pré-venda à pós-venda, transformando digitalmente as incorporadoras nacionais. Com 11 anos de experiência, mais de 700 incorporadoras clientes e 170 mil corretores de imóveis associados, o CV é líder de mercado e te entrega um panorama total da sua gestão comercial na tela do computador.  

Saiba mais sobre o CRM oficial de 30 das 100 maiores construtoras do país: solicite uma demonstração

Você também vai gostar de:

Olá, cliente!

Gostou do CV e quer descobrir mais sobre nossas possibilidades? Entre em contato com a gente via Chat ou WhatsApp e saiba como podemos te ajudar!

WhatsApp

Entre em contato pelo WhatsApp CV!

Chat Online

Entre em contato pelo Chat Online CV!

Voltar

Solicite Demonstração